Bem-me-quer, malmequer









Bem-me-quer, malmequer,


Bem-me-quer, malmequer.


 


 Meu chão aos poucos se tornava branco,


Pálido como meu coração, sem saber o porquê.


E sem perceber que não havia mais vida,


Seguia regando a minha margarida.


 


Davi Drummond




You have read this article Frases e Imagens / Poesias / Poesias de Amor / Poetas / Tudo with the title Bem-me-quer, malmequer. You can bookmark this page URL http://ramblingruralrector.blogspot.com/2011/08/bem-me-quer-malmequer.html. Thanks!