Poema aos amigos

Não posso dar-te soluções para todos os problemas da vida
nem tenho resposta para as tuas dúvidas ou medos
mas posso escutar-te e compartilhá-las contigo...

Não posso mudar o teu passado e futuro
mas quando precisares de mim, estarei junto a ti

Não posso evitar que tropeces
só posso oferecer-te a minha mão para que te apoies e não caias

Tuas alegrias, triunfos e êxitos não são meus
mas desfruto sinceramente quando te vejo feliz

Não julgo as decisões que tomas na vida, limito-me a apoiar-te, a estimular-te e a ajudar-te, se me pedes

Não posso traçar-te limites dentro dos quais deves agir, mas sim oferecer-te esse espaço, necessário para crescer

Não posso evitar teu sofrimento quando alguma pena te parte o coração
mas posso chorar contigo e recolher os pedaços para amar novamente

Não posso decidir quem és, nem quem deverias ser
só posso amar-te como és e ser teu amigo

Nestes dias pensei nos meus amigos e amigas
não estavas nem acima nem abaixo da média
Não começavas nem acabavas a lista
não eras o primeiro nem o último

(...)

E tão pouco tenho a pretensão de ser o primeiro, o segundo ou o terceiro da tua lista

Basta que me queiras como amigo...
Obrigado por o seres.

Autoria: Jorge Luis Borges
You have read this article Textos Lindos with the title Poema aos amigos. You can bookmark this page URL http://ramblingruralrector.blogspot.com/2011/01/poema-aos-amigos.html. Thanks!